A Análise de Potabilidade garante que eu posso beber a água analisada?

Potabilidade da Água. Como funciona a análise?

De modo geral, os laboratórios de análises de água entendem a análise de potabilidade como aquela que envolve alguns parâmetros físico-químicos e outros bacteriológicos, servindo de parâmetros iniciais para investigar se a água pode ser ingerida por seres humanos, ou seja, é apenas uma preliminar para saber se sua água é realmente potável ou não.

Fazendo uma analogia com a área médica, numa primeira visita a um médico você irá fazer exames “indicadores” de saúde como pressão arterial, por exemplo. Se os parâmetros estiverem alterados, ele irá recomendar exames mais complexos para investigar a causa.

Com a água acontece a mesma coisa: os indicadores de potabilidade aparecem nos laudos e, se todos estiverem dentro da norma, é provável que a água possa ser consumida por seres humanos.

Apenas a Análise de Potabilidade já é o suficiente?

Mesmo que você faça a análise, podem existir contaminantes críticos que não são examinados e nem identificados por esses parâmetros indicadores mais elementares como metais pesados, pesticidas e agrotóxicos. Isso significa que, mesmo uma água cuja análise de “potabilidade” está dentro da normalidade poderá abrigar contaminantes que não foram o foco de pesquisa dessa análise.

Aí entra e cena o segundo conceito de potabilidade, que é o técnico. Na realidade, a Portaria 2914 do Ministério da Saúde relaciona todos os padrões de potabilidade para água destinada ao consumo humano. Lá estão descritos, parâmetro por parâmetro, quais os limites aceitáveis para cada um deles.

Na prática, se a análise de sua água apresentou todos os parâmetros indicadores de potabilidade dentro da normalidade, é muito provável que ela esteja apropriada para o consumo humano, especialmente se for uma água tratada e proveniente da rede pública.

A potabilidade garante qualidade para consumo? Créditos: Freepik.

A potabilidade garante qualidade para consumo? Créditos: Freepik.

Como assegurar a qualidade da água?

A melhor maneira de garantir a qualidade da água para consumo humano (que é o conceito mais amplo de “potabilidade”) é ter a certeza de que todos esses parâmetros estão dentro da normalidade.

Procure monitorá-la através de análises periódicas como medida de precaução que atingem também as condições dos reservatórios. No entanto, se a água for proveniente de poços, minas ou nascentes, recomendamos, pelo menos uma vez ao ano, uma análise mais detalhada dos demais parâmetros da Portaria 2914. Caso o poço seja de uso público, a legislação exige essas análises mais detalhadas periodicamente.

Ao longo dos anos adquirimos um grande conhecimento na prestação de serviços de análise de água, comparando os valores encontrados com as normas vigentes de potabilidade e avaliando se a água é própria ou imprópria para o consumo humano, seja para consumidores finais ou para clubes, postos de gasolinas, transportadoras, indústrias dentre outras. Quer saber mais? Mande um e-mail para analisesdeaguas@laboratoriocavalieri.com.br ou ligue para (32) 3215-5724

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *