O que o exame de creatinina analisa?

O exame de creatinina detecta problemas renais

Seu médico pediu o exame de creatinina? Calma! Pode ser apenas um check-up, afinal ele faz parte da lista de exames básicos que devemos fazer, pelo menos, uma vez por ano. Neste post vamos explicar melhor o que é e para que serve o teste de creatinina.

A creatinina é produzida por meio da quebra da proteína chamada creatina fosfato, fundamental no processo de contração muscular, e após filtrada pelos rins, a creatinina é excretada pela urina.

Quando os rins não estão funcionando regularmente, a filtragem da creatinina é prejudicada, assim, não há excreção total, pois grande parte da substância permanece no organismo, resultando no aumento de creatinina no sangue.

É por isso que este exame é tão importante para detectar problemas de função renal. Continue lendo para entender melhor sobre este exame.

O que é o exame de creatinina?

É um exame que avalia o nível de creatinina no sangue e determina se o rim está funcionando corretamente, além de verificar possíveis doenças renais.

Para pessoas com diabetes e/ou hipertensão o teste deve ser realizado com maior regularidade, uma vez que estas doenças favorecem o desenvolvimento de danos nos rins.

Como o teste de creatinina é feito?

É possível constatar os níveis de creatinina através da coleta de sangue ou da amostra de urina.

Para a coleta de sangue é necessário o jejum de 4 horas. Não é aconselhada a prática de exercícios físicos antes dos exames, seja de sangue ou urina, pois podem alterar o resultado.

Alguns antibióticos e outros medicamentos podem causar lesão renal e, com isso, aumentar o nível de creatinina, desta forma, é imprescindível comunicar ao laboratório os remédios usados com regularidade.

O que fazer após o teste de creatinina?

Após a coleta do sangue, não há nenhuma recomendação especial. Você pode se alimentar normalmente e voltar à sua rotina.

Quais os possíveis efeitos colaterais?

Apesar dos riscos serem mínimos, ocasionalmente a região de coleta do sangue pode ficar dolorida, inchada ou com um hematoma. Nestes casos, a dica é colocar uma compressa de água quente 3 vezes ao dia.

Pessoas com problemas de coagulação ou que fazem uso de anticoagulantes podem sofrer sangramento prolongado logo após colher o material. Por isso é essencial informar à equipe de coleta sobre a utilização destes medicamentos.

Quando é preciso fazer esse teste?

Normalmente a creatinina faz parte do check-up anual em conjunto com outros exames. Mas tudo vai depender de diversos fatores como histórico familiar, idade e estilo de vida.

O exame também deve ser feito em casos de suspeita de disfunção renal, para acompanhar a evolução de doenças renais e para verificar a eficácia do processo de hemodiálise.

E os resultados?

A análise dos resultados não deve ser feita apenas com base nos valores de referência, já que é preciso levar diversos fatores em consideração como idade, sexo e massa muscular.

Atletas, por exemplo, tendem a apresentar o nível de creatinina mais alto, devido à elevada massa muscular e taxa de proteína. Já idosos costumam ter o nível de creatinina mais baixo, já que possuem menor concentração de massa muscular.

Além disso, é preciso saber quais razões para o aumento ou diminuição dos níveis de creatinina e se elas estão diretamente ligadas à problemas de disfunção renal. Apenas seu médico poderá avaliar seu exame.

Ao longo dos anos adquirimos um grande conhecimento na prestação de serviços de análise clínicas, realizando coleta de amostras e análise laboratorial conforme as necessidades de cada paciente. Quer saber mais? Mande um whatsapp clicando nesse link https://goo.gl/5Ht9gT ou ligue para 3215-5724.

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *